23 de set de 2010

Marina Bailarina

só pra matar a saudade....e pq hoje me deu vontade de fazer balé!


Marina Bailarina

Se fosse bailarina, ao nascer,
seria Julia ou Barbara, e não Marina.
Marina nasceu para ser alegre.
Se fosse tangerina não seria Marina,
talvez fosse morango numa torta de chocolate.
Se fosse gasolina seria só, e seria Gabriela.
O seu jeito de bailarina esguia e delicada,
não demonstra a real Marina, forte e dedicada.
Se fosse marroquina seria irreverente,
quisera ser um pouco londrina, parisiense, italiana.
Talvez eu fosse Ana? Ana Luiza, Ana Maria, Ana Sofia.
Ana de trás pra frente é Ana, Marina não.
Marina é diferente, presente, quente.
Marina é criança, mudança, esperança.
Se fosse aspirina seria o dia seguinte a uma festa.
Se fosse margarina seria café da manha em família.
Marina não seria santa, mas se fosse, seria Elza ou Catarina.
Se fosse Coralina seria Cora, ou talvez fosse Clarice, Vinícius, Pessoa...
Se fosse turmalina seria azul, mas queria ser anil.
Por ser feminina sou Marina, e única,
mesmo nao sendo bailarina.


Marina Ricardo

Um comentário: